Lifestyle

Trabalho. O que todos fazemos e que pode render até 11 mil euros por ano

Escritório

Sabia que nos Estados Unidos o seu intestino pode ser um aliado da sua conta bancária e ainda ajudar o próximo? Um trabalho sujo mas rentável.

É estranho e até pode ser repugnante para a maioria de nós. Mas doar fezes pode render cerca de 13 mil dólares (cerca de 11400 euros) por ano.

Há laboratórios americanos que pagam pelas fezes doadas por pessoas saudáveis para fazerem transplantes fecais em doentes com doenças intestinais. A maioria sofre infecções recorrentes da bactéria C. difficil e estas fezes doadas vão povoar o intestino doente de bactérias boas para a flora. Esta técnica já é aplicada nos hospitais portugueses no tratamento de doenças intestinais, mas é uma técnica usada muito raramente.

Por exemplo, no laboratório Open Biome, em Boston, o dador recebe 40 dólares (mais de 35 euros) por amostra. Se durante cinco dias for ao laboratório doar diariamente recebe ainda um extra de 50 dólares no final da semana. Ou seja, pode render 250 dólares (220 euros) por semana.

Estudos apontam um sucesso 90% no tratamento com os transplantes fecais. No entanto, os doentes ainda têm preconceitos em relação a esta terapia. Além de equilibrar a flora intestinal, também ajuda a melhorar a sensibilidade à insulina em pacientes diabéticos e obesos.

Infografia disponibilizada no Open Biome:

Comentários

comentários

Acerca do autor

Rua3

Resumimos o que não pode deixar de saber sobre a actualidade, contamos as histórias por trás das pessoas que se cruzam connosco, mostramos-lhe o que pode fazer, ver e ouvir.

Comentar

Comente aqui

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *